PERLINO

Autor: ABQM

O Perlino aparecerá quase branco com a crina e a cauda aparecendo um pouco mais escura e tem um pouco de uma luz ou de cor laranja, com as pernas com coloração semelhante.

A crina e cauda do Perlino serão geneticamente pretas.

A cor da pele parece muito leve, quase rosado, e não tem como uma pigmentação mais escura acinzentada encontra na cor da pele das cores de outro cavalo.

Essas marcações são possíveis para o Perlino ter "brancos verdadeiros" no rosto e nas pernas.

Os olhos são sempre azul pálido.

Perlino carrega duas cópias do gene DILUIÇÃO CREME e pelo menos uma cópia do gene preto.

A pelagem Perlina é uma DUPLA DILUIÇÃO DE CREME BAIA.

Como um BAIO, Perlino "começa" geneticamente como um Baio. Uma cópia da diluição CREME assada de uma mãe dá-nos a pelagem baia. Duas cópias da diluição CREME nos dão a pelagem Perlino.

O potro Perlino recebe uma cópia da diluição creme de cada um dos pais, geralmente um PALOMINO ou BAIO, e até mesmo um Cremello ou Perlino, mas existem exceções.

Perlino também deve ter recebido pelo menos uma cópia do gene preto.

Perlino cruzado com castanho normalmente produz PALOMINO ou BAIO. A única exceção seria um PRETO lembrar, Perlino.


Fonte: www.abqm.com.br